fascite plantar

Calcanhar dolorido ? Fascite plantar ou esporão

Por quê  tenho dor no calcanhar ?

Fascite plantar e esporão calcâneo e  são duas condições dos pés muito comuns bastante confundidas pelas pessoas. A confusão é normal e compreensível, pois muitas vezes elas estão ligadas entre si e possuem o mesmo motivo causador. Além disso, a dor localizada na região do calcanhar é um sinal comum entres as duas, o que aumenta ainda mais a confusão.

Fáscia Plantar

A fáscia plantar é um tecido conjuntivo que se estende da base do osso calcâneo (calcanhar) por toda planta do pé. É uma banda fibrosa e firme que sustenta e mantém o arco plantar de pé.

Imagem relacionada

Fascite Plantar x Esporão Calcâneo

O esporão de calcâneo é um desenvolvimento ósseo anormal. Isso  acontece por uma tração exacerbada da fáscia plantar sobre o calcâneo, que leva o corpo a depositar cálcio no local, formando a espícula. Estima-se que uma em cada dez pessoas apresenta essa patologia, mas somente 5% de todos que têm esporão apresentam sintomas. Isso significa que na maioria dos casos o esporão não é a causa da dor. A dor pode vir de uma doença vascular, nervosa, reumática ou pela inflamação que o esporão causa nos tecidos adjacentes, como a fáscia.

Resultado de imagem para esporão calcaneo

 

Fascite plantar é uma condição em que há uma inflamação da fáscia plantar. Os estiramento excessivo da fáscia plantar  gera uma sobrecarga sobre ela, causando inflamação e dor. Geralmente, quem sofre dessa patologia, sente fortes dores no pé logo pela manhã, ao dar os primeiros passos. 

Imagem relacionada

Fatores de Risco

  • Aumento da intensidade de treinos ou início abrupto de atividades de alto impacto (como a corrida), que sobrecarregam e aumentam a rigidez da fáscia e criam muita tração na área do esporão, aumentando a probabilidade do seu aparecimento.
  • Calçado inadequado para prática esportiva (solado muito duro).
  • O excesso de peso (sobrepeso), que sobrecarrega demais o pé e o calcanhar;
  • Pés cavos ou pés  planos, esses tipos de pés  não têm eficiência para amortecer e receber o impacto adequadamente. O pé cavo por ser muito rígido e o pé plano por ter sua estrutura desabada e não suporta o corpo e o impacto.

Tratamento

Uma revisão bibliográfica de 2014 do Journal of Orthopaedic and Sports Physical Therapy (JOSPT) sobre o assunto mostrou que a forma mais eficaz de se tratar as duas condições consiste em uma associação de:

  • Terapia manual
  • Alongamentos
  • Técnicas de bandagem
  • Uso de órteses (palmilhas para suporte do arco plantar)
  • Uso de talas noturnas

O uso de calçados com o solado da parte posterior levemente mais alta que o solado da parte anterior também ajuda a controlar a dor, embora não seja uma solução definiva. “Calcanheiras” de silicone comumente encontradas em lojas de sapato e farmácias não são uma boa opção. Embora aliviem a dor, causam muita instabilidade em todo o pé podendo predispor ao surgimento de tendinites em outras partes do pé.

 

Thiago Rodriguez

Crefito: 125946

institutocurarte

Posted by institutocurarte